William mostra sua pesquisa em dois trabalhos. Em “[HIATO!;]” o artista investe na observação do que se pode observar na trama dos processos de autoconhecimento, pausa e inércia para a autocrítica: nos trabalhos pode-se ver que, em sua singularidade, conversam entre si e abordam em grande parte as passagens deste processo  Técnica mista, o artista pratica a xilogravura contaminando-a com a pintura. Em “Corte”  busca eterno que nos constitui, acabando nos tornar seres variáveis, pouco previsíveis e que transitam entre “banalizações”, sonhos e realizações . A realidade é a um só tempo constituída de movimento que transita entre a possibilidade e impossibilidades. Neste trabalho ele trabalha a pintura PVA/Látex sobre madeira.

William Peterson Nazaré tem 26 anos. Natural de Belo Horizonte nasceu e foi criado na Zona Leste, vive intensamente as confluências da anti-cultura dos anos 2000, apreciando a cultura de matriz africana, o Hip Hop e HQ's. Formado na escola Oi Kabum!  de Arte e Tecnologia e também na Escola Livre de Artes Arena da Cultura (ELA). No Arena participou do Ciclo de Projetos, de Ateliê e oficinas de  sensibilização em arte. Segundo ele, “seus trabalhos são sempre expoentes do trânsito contínuo de vivência, se apoderando de suportes simples como base”.

Contato:

www.instagram.com/nemtentaart

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
1/2